Tudo sobre a dieta crudívora para perder peso

O crudivorismo, ou dieta crudívora, é muito mais do que um simples protocolo alimentar de emagrecimento, mas sim um estilo de vida, que prega que os alimentos e bebidas ingeridos não devem passar por nenhum tipo de processo de cozimento, isso é, devem ser sempre crus.

Muitos também conhecem esse tipo de método como alimentação viva, ressaltando que pode oferecer uma série de benefícios ao organismo.

Portanto, se você está interessado e quer saber mais sobre como emagrecer com a dieta crudívora, continue lendo e vamos conhecer mais detalhes sobre o assunto.

Mas antes é interessante que você saiba que o emagrecedor keto boost juntamente com essa dieta ajuda acelerar a perda de peso, se você não conhece esse produto, saiba onde comprar keto boost por um valor baixo e com garantia.

Como funciona a dieta crudívora?

A dieta crudívora é aquela que permite o consumo de alimentos que não tenham sido expostos a uma temperatura superior a 80°C, que é um valor inferior ao ponto de fervura.

Mais do que isso, esse método ainda determina que os alimentos ingeridos devem ser orgânicos e frescos, evitando todos os tipos de industrializados.

Os alimentos de uma dieta crudívora também não podem ser processados e nem mesmo refinados.

O que acontece é que os alimentos consumidos em uma dieta crudívora estragam e se decompõe muito mais rapidamente, visto que são naturais. Portanto, é essencial ter os devidos cuidados de armazenamento e preservação, para que durem mais.

Isso porque o importante é que sejam consumidos enquanto ainda estão frescos. Já alimentos como nozes, amêndoas, sementes e frutas secas, há a possibilidade de congelamento por dias ou semanas sem que o valor nutricional do alimento seja perdido.

Uma outra dica importante é não comprar uma grande quantidade de alimentos, pois eles devem ser consumidos frescos e são muito mais perecíveis. Por isso, o ideal é dividir as compras em diversas vezes, comprando sempre o alimento para consumir nos dias seguintes, de acordo com a sua durabilidade.

Exemplo de cardápio da dieta crudívora

  • Café da manhã

Um copo de leite de amêndoas, meio abacate pequeno e mais 2 colheres de sopa de aveia.

  • Lanche da manhã

1 banana, 3 castanhas e 2 ameixas

  • Almoço e jantar

4 colheres de sopa de arroz de couve-flor, 4 colheres de sopa de feijão germinado, salada de tomate e pepino, um prato grande de rúcula, 1 colher de sopa de farinha de linhaça, 1 banana e 1 laranja.

  • Lanche da tarde

4 frutas variadas batidas com 250ml de água de coco e 1 colher de sopa de linhaça.

Esse é apenas um exemplo para que você entenda melhor como a dieta funciona, mas a dica é variar bastante e explorar os sabores dos alimentos naturais.

Emagrecer com dieta paleo

A dieta paleolítica, chamada também apenas de paleo, é uma dieta cujas regras alimentares se baseiam na forma de se alimentar dos nossos ancestrais da Era Pelolítica, ou Idade da Pedra.

Nessa época, a alimentação do humano era baseada na caça, com um consumo de proteínas equivalente a um percentual de 20% a 35% do consumo diário. Já o restante era de 22% a 40% em carboidratos e 28% a 47% de gordura.

Essa é uma dieta ótima para quem quer perder peso e também controlar os níveis de açúcar no sangue, porém é importante ressaltar que ela determina um cardápio bem restritivo, não sendo fácil de ser seguida por todos, porém ReduSlim pode ajudar no processo caso você tenha dificuldade, pois ele ajuda a diminuir o apetite.

Então, se você está interessado e quer saber mais sobre a dieta peleo, continue lendo e vamos saber mais.

O que pode comer na dieta paleo?

Basicamente, a dieta paleo se baseia em alimentos de caça e também de coleta da natureza, veja:

  • Vegetais e frutas

Pode consumir uma grande quantidade de frutas e vegetais, mas devem ser preferencialmente crus e incluindo cascas e bagaços.

  • Carnes com baixo percentual de gordura

As carnes que serviam de alimento na época eram provenientes da caça e da pesca, podendo ser consumida em grandes quantidades. Vale lembrar que o alto consumo de proteínas pode ajudar a aumentar a massa muscular e a saciedade, ajudando a controlar a fome.

O mais indicado é que as carnes tenham pouca gordura, podendo ser carne de porco, rã, peru, cordeiro, fígado, cabra, língua e outros. Ovos também são proteínas aceitas nessa dieta.

Vale lembrar, no entanto, que pessoas com problemas renais crônicos ou gota não devem consumir carnes em excesso.

  • Gorduras, sementes e frutos secos

Os frutos secos são ótimas fontes de gordura monoinsaturada. Por isso, na dieta paleo é possível incluir o consumo de amêndoas, nozes, pistaches, avelãs, macadâmia, gergelim, semente de girassol, castanha de caju e outros.

Azeite de oliva, linhaça, abacate também são boas fontes de gordura, mas devem ser usados com moderação.

  • Café e chá

O chá e o café podem ser incluídos no dia a dia, mas também com moderação. A recomendação é uma 1 xícara de cada por dia, sempre sem acrescentar açúcar, claro.

No entanto, é possível incluir mel e frutas secas para montar um bom lanche, desde que sejam em poucas quantidades.

Pronto, agora você já sabe como é simples emagrecer com a dieta paleo!